COMO CONTRATAR UM CUIDADOR

 

Um bom Cuidador faz a diferença no tratamento da

doença e na vida da família!

 

Como avaliar um bom Cuidador?  Como contratar?  Quem contratar?

 

O Cuidador é um profissional que irá conviver na intimidade da família, viver o dia-a-dia, dormir e partilhar a vida.

Selecionar e contratar um Cuidador é uma decisão difícil e de grande responsabilidade familiar.

Para contratar um Cuidador é necessário que o familiar defina alguns pré-requisitos básicos que o Cuidador deva preencher.

 

  1. Entrevista de seleção (faça no mínimo 3 entrevistas)

  2. O Cuidador deve ter experiência “comprovada” como Cuidador. Pergunte como era o trabalho, quais as atividades que fazia, o tempo que ficou empregado e porque saiu.

  3. Saber se o Cuidador conhece a patologia da qual a pessoa é portadora. Peça que fale sobre a doença e sobre a função de Cuidador e suas atribuições. 

  4. Qual o conhecimento do Cuidador sobre o envelhecimento, sobre idosos.

  5. Procure saber se o Cuidador tem conhecimento e experiência no cuidado de idosos com demência, doença de Alzheimer, Parkinson ou outras doenças neurológicas e  neurodegenerativas.

  6. Procure saber se o Cuidador tem conhecimento e habilidade para lidar com comportamentos inadequados: exponha uma situação e analise como o Cuidador responde a esta determinada situação.

  7. Solicitar telefones e endereços de empregos anteriores como referência.

  8. Buscar referências pessoais com pessoas idôneas.

  9. Consulte todas as referências de trabalho e pessoais

10.Partilhe com outros membros da família sobre a contratação e sobre o Cuidador.

11.Procure saber se o Cuidador tem algum Curso de Qualificação Específica, para o exercício da função de Cuidador. Solicite o Currículum e Certificados.

12.Analise a Instituição, o Programa do Curso, a carga horária e o Corpo Docente. 

13.Negocie, horários, salário, folgas, faça um contrato de trabalho, de prestação de serviços.

14.Os serviços realizados no domicílio tem como base o salário mínimo. Lei 5.859/72. Projeto de Lei 6966/06, cria Profissão de

     Cuidador - CBO-Classificação Brasileira de Ocupações - 5162-10

 

 

 

OBSERVAÇÕES

 

É fundamental a coordenação do familiar, supervisionando e orientando as atividades do Cuidador.

Uma vez contratado, observe por algum tempo para constatar a experiência e habilidade do Cuidador na função, comportamentos e atitudes com o dependente (atitudes, valores e ética).

  - Observe a relação do cuidador com o dependente, aceitação, atenção e confiança.

- Observe se o Cuidador tem habilidade para lidar e cuidar da pessoa ou idoso com a

  patologia específica. Observe se tem conhecimento, experiência e se tem iniciativa.

- Observe a higiene pessoal do cuidador

- Observe a limpeza e higiene do ambiente e objetos de uso pessoal

- Observe o cuidado e higiene com a alimentação e medicamentos

- Observe como o cuidador movimenta o paciente acamado ou não, para  o seu bem estar e conforto.

 Procure estas características em seu perfil: 

Paciente, atencioso, pontual, interessado, responsável, bem humorado, compreensivo, ético e discreto.

Auto-cuidado: cuida de si, de sua saúde, da aparência (se veste adequadamente para o trabalho), do lazer, se mantém informado e busca se reciclar periodicamente. 

 

RECOMENDAÇÕES AO EMPREGADOR

 

- Invista na capacitação do Cuidador

- Incentive o Cuidador a buscar seu desenvolvimento Profissional

- Estimule o Cuidador a reciclar seus conhecimentos em Cursos que

   possam melhor qualificá-lo

- Encaminhe o Cuidador para os Grupos de Apoio, ele precisa se

  cuidar para melhor cuidar do outro.

 

Importante: faça uma avaliação psicológica!

 

“Uma da maneiras mais importantes de ajudar as pessoas é

 oferecer-lhes informação”

 

ABaPAz

 

Brasil Parkinson

 

Banco do Brasil
AG
3158-5
C/C 21117-6 - ABaPAz
Valor Mínimo R$20,00

 
 

Associação Bahiana de Parkinson e Alzheimer - ABaPaz
Rua Profº Francisco da Conceição Menezes, nº 3 – Rio Vermelho
Tel: 71 3347-0143  Cel: 71 8661-8814