ALZHEIMER - Grupo de Apoio

Demência
O crescente interesse pelo envelhecimento populacional e a recente atenção nos campos de Geriatria e Gerontologia não se deve, no entanto, somente aos aspectos sociopolíticos...
Saiba Mais...

 

>> O QUE É?
É um grupo de portadores de Alzheimer, familiares, amigos e comunidade que se encontram quinzenalmente ou mensalmente, junto a profissionais da área de saúde e outros profissionais, com a coordenação de um facilitador de grupos. O objetivo desses  encontros, é discutir ações que possam beneficiar os portadores da doença de Alzheimer e seus familiares,
utilizando o que chamamos Grupo Terapêutico, com uma proposta de Grupo Operativo, fundamentada na Escola Argentina de Psicologia Social - Pichon Rivière.

 
   

>> MISSÃO:
Dar suporte, apoio emocional, conforto e solidariedade aos portadores e familiares em suas dificuldades e necessidades, além de discutir o modo como a nossa sociedade e os poderes públicos lidam com o processo de envelhecimento, principalmente quando o indivíduo é portador de uma enfermidade.

 
   

>> OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

  • Discutir sobre os tratamentos, melhorias, recaídas, aprender a evitar crises, estados de depressão e a conviver melhor com situações inevitáveis;

  • Fazer amizades, sair do isolamento, divertir-se, buscar oportunidades para uma vida socialmente ativa, melhorar o nível de conhecimento específico da doença, dos sintomas, dos medicamentos, dos efeitos colaterais, levando os portadores a discutir com seus médicos novas alternativas de conduta;

  • Trocar experiências pessoais.

  • Proporcionar conforto e apoio nos momentos difíceis vivenciados pelos portadores e familiares.

  • Promover dinâmicas grupais com possibilidades de mudanças de comportamento e atitudes diante da doença e do tratamento para aceitação e busca de uma vida melhor.

  • Proporcionar momentos de reflexão para o crescimento pessoal através de uma técnica educativa para uma vida socialmente ativa , permitindo melhor aceitação da doença.

 
   

>> O QUE FAZ?

  • Discutir temas gerais de interesse do grupo e durante os encontros os participantes falam de suas experiências e dificuldades.

  • Trocar experiências (outros precisam de ajuda e eu posso ajudar), compartilhar as dificuldades.

  • Trabalhar a aceitação da doença. Este é o primeiro passo para o sucesso do grupo e, consequentemente, melhorias na vida do portador e da família.

  • Buscar informações corretas sobre o que é a DA e como lidar com ela.

  • Orientar a família como manter a calma e segurança no trato com o portador e, inclusive, a cuidar de si mesma para enfrentar melhor o seu cotidiano.

 

 
   

>> IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DOS PORTADORES NOS GRUPOS DE APOIO

  • Participar dos grupos de apoio, facilita a aceitação da doença.

  • O grupo de apoio oferece condições de maior conscientização dos membros participantes a respeito de sua doença, de seus sintomas, dos procedimentos terapêuticos e outras alternativas não farmacológicas.

  • O grupo de apoio incentiva os membros a desenvolverem uma atitude mais ativa em relação ao seu tratamento e a sua vida.

  • O grupo ajuda os participantes a suportarem a situação pela qual estão passando. A união do grupo propicia um ambiente de confiança e ajuda novos  participantes a compartilharem seus sentimentos, amenizando sua dor, seu estar só.

  • Os grupos de apoio contribuem para mudanças de atitudes e novas posturas frente às dificuldades que a doença apresenta.

  • O grupo possibilita aos participantes o conhecimento de si e do outro, promovendo a abertura de canais de comunicação e troca de experiências nos tratamentos e em suas vidas.

  • O grupo fortalece vínculos de amizade, companheirismo e colaboração com a participação , envolvimento e compromisso de todos na busca e esperança de uma melhor qualidade de vida.

  • A dinâmica do grupo estimula o potencial criativo, visando descobrir novas
    possibilidades para enfrentar os desafios que a doença impõe.

 

 
   

>> METODOLOGIA – Dinâmica do Grupo 
A metodologia utilizada está alicerçada na construção da relação com o outro, em uma dinâmica de grupo participativa, onde todos são atores e autores do seu próprio processo de descoberta e de conhecimento de si e do outro.

>> RESULTADOS
Os membros do grupo passam a ser multiplicadores do conhecimento da DA tanto na prática dos grupos como ajudando na produção de literatura específica – os depoimentos dos portadores, contribuem para outros familiares entenderem o que acontece no âmbito familiar.

O portador como elemento do grupo permite-se na interação com o outro, desenvolver habilidades especiais de acolhimento, empatia com consequentes melhorias nas relações interpessoais, no seu ambiente familiar e na sua qualidade de vida.

O desenvolvimento do grupo operativo contribui para melhoras significativas na vida do portador, sendo o grupo elemento essencial e indispensável para o desenvolvimento e crescimento pessoal do portador e elevação de sua autoestima. 

>> APOIO
O Grupo tem o apoio, incentivo e suporte técnico da Equipe de Profissionais da DINEP – Divisão de Neurologia e Epidemiologia do Departamento de Neurociências da Universidade Federal da Bahia – UFBA – Hospital das Clínicas (Médicos Neurologistas, Geriatras, Terapeuta Ocupacional, Fonoaudióloga, Enfermeira, Psicólogos e Assistentes Sociais).

Institucionalmente, através da Equipe Multidisciplinar de Profissionais Voluntários da ABaPAz, integrada por especialistas em diversas áreas como Psicologia, Sociologia, Saúde Pública, Educação, Psicanálise, Assistência Social, Gerontologia, Desenvolvimento de Grupos e Terapia Comunitária.

>> CONVITE
Esperamos você no próximo encontro. Queremos que colabore, ajude a si mesmo e a ABaPAz. Esse encontro é para aprendermos a melhorar nossa qualidade de vida. Incentive seu familiar, seu amigo a participar, cultivando um ambiente motivador para vencermos as dificuldades e desenvolvermos atitudes que melhorem a nossa vida e ajudem nossos familiares.

Beila Carvalho
Vice-Presidente

 

 

Brasil Parkinson